Arquivo do mês: agosto 2009

Papisa Joana – Resenha do livro e Trailer do filme

O Paulo Rezzutti, do site e-Zone Online, publicou recentemente uma resenha bem interessante do livro Papisa Joana, de Donna Woolfolk Cross. A obra foi publicada neste ano no Brasil pela Geração Editorial.

Aproveite para ver ainda, abaixo da resenha, o trailer do filme inspirado na obra Papisa Joana, que chegará ao Brasil em dezembro deste ano.

Papisa Joana: Uma Mulher Papa?!?!

De Paulo Rezzutti

“Não vou ficar, como diversos jornalistas fizeram, dando como notícia o fato de ter existido uma mulher Papa. O fato de ter havido, segundo alguns parcos registros sobreviventes, uma mulher que teria ocupado o trono de São Pedro, é material de livros há anos, inclusive com versões em português. Vide A Papisa, de Peter Stanford, publicado pela Gryphus em 2000.

Porém, como diz a escritora Ruth Guimarães, todas as histórias já foram contadas, o importante é como recontá-las, e isso a escritora Donna Woolfolk Cross sabe fazer muito bem.

O livro Papisa Joana, publicado pela Geração Editorial, com tradução do escritor Paulo Schmidt, é uma excelente ficção histórica, que nada fica a dever às histórias do escritor britânico Bernard Cornwell, incluindo-se nessa comparação algumas cenas de batalha. Outra característica comum entre ambos está no profundo estudo feito para tornar o mais fiel possível a ambientação de suas narrativas, como a sociedade, hábitos e costumes da época em que a história se passa.

Se as mulheres hoje se queixam de ganharem menos do que os homens e ainda terem que cuidar da casa quando chegam do trabalho, acreditem, isso não é nada comparado com a situação delas na Alta Idade Média, quando eram consideradas pouco mais do que crianças sem direitos, apenas com deveres de servir ao seu homem e senhor, praticamente escravas.

No mais, a mulher não precisava ler nem escrever, mil anos antes de uma frase que ficou famosa no Brasil durante a virada do século passado: “Uma mulher só precisa saber ler e escrever o suficiente para fazer suas orações e anotar receitas de compotas”. Machismos à parte, que belo golpe deve ter sido para a Santa Madre Igreja ter descoberto que uma mulher estava fazendo o trabalho de um homem! O que, aliás, não era coisa tão inimaginável naquela época. As mulheres que se recusavam a ser tratadas como meros objetos e queriam mais, pois sentiam necessidade de estudar, de aprender, invariavelmente lançavam mão do recurso de se travestir de homens para conseguir seus objetivos. Algumas acabavam sendo descobertas, como no caso de Joana, que, grávida, teria parido no meio de uma procissão, em plena Via Sacra, em Roma (hoje Via de S. Giovanni). Outro caso é o de Eugênia de Alexandria: disfarçada de homem, chegou à posição de Abade em um monastério, identidade que abandonou ao mostrar o seu sexo como último recurso para refutar a acusação de ter deflorado uma virgem. Outras, porém, tiveram mais sorte, e acabaram seus dias como homens, sem que ninguém se apercebesse da fraude. Se Joana tivesse tido a mesma sorte destas, provavelmente nunca conheceríamos sua história.

O livro Papisa Joana foi transformado em filme, pela produtora Constantin Films, a mesma de O Nome da Rosa. O filme, com externas na Alemanha, na Bulgária e em Marrocos, estreia em outubro na Europa e chega em dezembro ao Brasil.”

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.

3 Comentários

Arquivado em livros, Mídia

Coluna de Mônica Bergamo retrata o lançamento de O Enigma de Compostela

No último dia 24, a coluna da jornalista Mônica Bergamo, do caderno Ilustrada, da Folha de S.Paulo, publicou uma foto do lançamento do livro O Enigma de Compostela, de A.J. Barros. O evento ocorreu no dia 19 de Agosto na Saraiva MegaStore do Shopping Pátio Higienópolis. Veja a imagem do jornal scaneada.

Deixe um comentário

Arquivado em Lançamentos

Fotos do lançamento de O Enigma de Compostela

O lançamento do livro O Enigma de Compostela foi um sucesso. Mais de 150 pessoas compareceram ao evento na Saraiva MegaStore do Shopping Pátio Higienópolis, na última quarta-feira, para conferir e saudar o autor A. J. Barros, que ficou das 18h às 22h distribuindo autógrafos.

Confira alguma fotos do lançamento. O álbum completo você pode ver no Flickr da Geração Editorial. São mais de 130 imagens!

1 comentário

Arquivado em Lançamentos

Dois livros da Geração Editorial são finalistas do Prêmio Jabuti

A Geração Editorial é finalista do prêmio Jabuti de 2009 na categoria reportagem.

Na lista divulgada na última quinta-feira estão dois grandes títulos da Editora: Sem Vestígios, da jornalista braziliense, Taís Morais e Suicídio – o Futuro Interrompido, da jornalista pernambucana, Paula Fontenelle.

A Editora Leitura, que também faz parte do grupo, está concorrendo na categoria ilustração pelo trabalho artístico de Odilon Moraes com obra “O Matador”, de Wander Piroli.

Mais respeitado prêmio de literatura no Brasil, o Jabuti terá em 2009 sua 51ª edição e é organizado pela Câmara Brasileira do Livro.

Conheça melhor os livros da Geração Editorial que são finalistas do prêmio:

Suicídio – O Futuro Interrompido, de Paula Fontenelle

Sem Vestígios, de Taís Morais

Deixe um comentário

Arquivado em Prêmios

Informações sobre Hosmany Ramos

Como toda a imprensa já divulgou, o cirurgião plástico e escritor Hosmany Ramos, que já publicou quatro livros pela Geração Editorial, está preso na Islândia.

Hosmany Ramos foi preso quando tentava deixar um país nórdico e ir para o Canadá, onde tem um parente. O escritor foi detido na Islândia, pois o voo fazia conexão na cidade de Reikjavic.

Segundo o diretor da Geração Editorial, Luiz Fernando Emediato, com quem Hosmany Ramos falou por telefone, o escritor diz que foi muito bem tratado pela polícia local desde o momento em que foi preso. A prisão, de acordo com Hosmany, mais parece um hotel quatro estrelas, com TV, computador, ipod e direito a receber ligações telefônicas.

O Estado islandês deu a ele um advogado público, que se interessou pelo caso, depois de descobrir que ele é médico e escritor famoso. Esse advogado público já chamou outro, privado, que aceitou cuidar do caso.

Segundo esses advogados, é grande a chance de Hosmany receber autorização para ficar no país, onde poderia trabalhar como médico, tendo em vista a grande carência desses profissionais na Islândia, um país que sofreu muito com a última crise econômica.

O desejo de Hosmany é, se for possível, ficar na Islândia trabalhando como médico e concluindo seu livro de memórias, que deve ser publicado pela Geração Editorial no início de 2010.

Pela Geração Editorial, Hosmany Ramos já lançou quatro livros: Pavilhão 9, Sequestro Sangrento, Delitos Obsessivos e O Goleador.

Lançado em maio deste ano, O Goleador foi a última publicação do médico e escritor. Como todas suas outras obras, o livro é marcado pela polêmica e coragem em tratar certos assuntos. Em um vertiginoso thriller policial, o autor aborda o universo corrupto da máfia dos campos.

“O Goleador – Morte e Corrupção no futebol” começa com o assassinato de um cartola do futebol brasileiro, Heleno Miranda, sócio de um jornal e presidente de um clube de futebol. Os principais suspeitos do crime são uma bela mulher e um jogador famoso, Rony Lee, que acaba surpreendido num automóvel fazendo sexo com um garoto. Termina – depois de passar por cenas de sexo e drogas da alta sociedade carioca – com a elucidação do crime e das manipulações de jogos – até a Copa do Mundo – por uma poderosa organização internacional.

Veja mais informações sobre o último livro de Hosmany Ramos.

Confira notícias da imprensa sobre a prisão do autor na Islândia:

Hosmany Ramos está preso na Islândia, desde semana passada, confirma editora – do iG

Governo brasileiro solicita à Islândia extradição de Hosmany Ramos – do iG

Hosmany Ramos preso na Islândia – do Zero Hora

Mônica Bergamo: Hosmany Ramos é preso na Islândia – da Folha de S.Paulo

Hosmany Ramos é preso tentando entrar na Islândia – do Estadão

Hosmany Ramos está preso na Islândia, diz dono de editora – do G1

Ex-cirurgião Hosmany Ramos é preso na Islândia – do Terra

Hosmany Ramos é preso na Islândia – de O Imparcial

Hosmany Ramos está em presídio na Islândia – do Bem Paraná

Deixe um comentário

Arquivado em Autores

O “Código da Vinci” brasileiro?

Não é só Dan Brown que polemiza ao desvendar segredos que o Cristianismo oculta há mais de dois mil anos.

Se o Código da Vinci, um dos maiores best-sellers dos últimos tempos, surpreendeu o mundo, agora o livro de um autor brasileiro promete o mesmo.

Trata-se de O Enigma de Compostela, escrito por A.J. Barros e um dos últimos lançamentos da Geração Editorial.

Na obra, caracterizada como um suspense épico, o investigador Maurício trilha o Caminho de Santiago, na Espanha, onde ocorre uma série de assassinatos contra freiras, frades, peregrinos e até agentes da CIA.

Enquanto Maurício desvenda os crimes pelo Caminho de Compostela, surgem cenas que remetem aos primórdios do Cristianismo.  São voltas ao passado que contam com grande emoção o período em que várias seitas se enfrentaram usando o nome de Jesus Cristo.

A partir daí, o autor expõe a reflexão: o Cristianismo dos papas é o verdadeiro Cristianismo ou apenas a seita dominante que venceu as demais que surgiram?

Para compor a história, A.J. Barros fez o Caminho de Santiago, que tem 800 quilômetros, nada menos do que quatro vezes, sendo duas a pé. A última com o notebook na mão, checando tudo: locais, igrejas, desfiladeiros.

E então? Ficou curioso?

A primeira edição vendeu 15 mil exemplares em poucos dias. E o livro nem foi lançado.

O lançamento está marcado para a noite desta quarta-feira. Confira o endereço e não perca!

Lançamento O Enigma de Compostela, de A.J. Barros

Data: 19 de Agosto, quarta-feira, das 18 às 22 horas

Local: Saraiva Mega Store do Shopping Pátio Higienópolis

Av. Higienópolis, 618 – Higienópolis


Veja mais:

O Release de O Enigma de Compostela

Imagens do livro e do autor

Leia o primeiro Capítulo

Veja as inserções na Mídia

Deixe um comentário

Arquivado em Lançamentos