Arquivo do dia: setembro 2, 2011

Movimento Mumblecore é tema de mostra

A partir do dia 6, o Centro Cultural São Paulo (CCSP), o Cine Olido e o Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso (CCJ) exibem 20 filmes inéditos do movimento de cinema independente Mumblecore.

É possível dizer que “Funny Ha Ha”, longa de Andrew Bujalski lançado em 2002, inaugurou o estilo de criação cinematográfica cujas produções têm características como roteiro concebido em grupo, cortes de cena abruptos e enredo baseado na vida cotidiana. Não há preocupação em elaborar cenários ou figurinos específicos. Quase sempre, as locações são externas e trazem atores sem maquiagem, reforçando uma estética próxima de um naturalismo difícil de ser ignorado.

Na ocasião da estreia do trabalho de Bujalski, a crítica especializada celebrou “um filme que ousa mostrar a vida como ela realmente é”. Entretanto, as opiniões sobre o movimento não têm sido unânimes. Uma outra vertente defendeu que o Mumblecore não era um novo gênero de cinema, mas uma aposta de marketing para valorizar a indústria cinematográfica americana –que passava por alguns apuros– frente à mídia e ao público.

Embora não haja um grande orçamento ou uma produção expressiva por trás, é possível encontrar alguns nomes conhecidos nos elencos. É o caso de “Wendy e Lucy”, longa de Kelly Reichardt protagonizado por Michelle Williams, atriz que viveu Jen Lindley no seriado “Dawson’s Creek” e, neste ano, foi indicada ao Oscar por sua atuação em “Namorados para Sempre”.

Para fechar a mostra, o CCJ promove uma sessão especial de “Baghead” na praça do Cemitério Cachoeirinha, dia18, a partir das 18h30. Dirigida pela dupla Jay e Mark Duplass –também apontada como precursora do Mumblecore ao lado de Bujalski–, a produção mostra um grupo de amigos que viaja para um local afastado da cidade com a intenção de realizar um filme, e enfrenta ataques constantes de uma pessoa cuja identidade é protegida por um saco de papel na cabeça. Ao fim da exibição, DJs da Voodoohop iniciam uma festa que terá encerramento com uma banda surpresa.

Serviço:

Centro Cultural São Paulo.
Rua Vergueiro, 1.000, Paraíso, Centro. Tel. 3397-4002. Próximo da estação Vergueiro do metrô. R$ 1.

Cine Olido. Galeria Olido. Av. São João, 473, Centro. Tel. 3331-8399 e 3397-0171. Próximo das estações República, Anhangabaú e São Bento do metrô. R$ 1.

Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso.
Av. Deputado Emílio Carlos, 3.641, Vila Nova Cachoeirinha. Zona Norte. Tel. 3984-2466. Próximo do Terminal de Ônibus Cachoeirinha. Grátis.

Confira a programação completa: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/noticias/?p=9383

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Bibliotecas públicas exibem clássicos de Chaplin e Keaton

A mostra “Charles Chaplin X Buster Keaton” entra em cartaz entre 2 e 25 de setembro, nas Bibliotecas Roberto Santos e Viriato Corrêa

As Bibliotecas Públicas Roberto Santos e Viriato Corrêa promovem, entre os dias 2e 25 de setembro, a mostra “Charles Chaplin X Buster Keaton”, com exibição gratuita de filmes dos dois ícones do cinema mundial que se destacaram pelo gênero cômico.
Charles Chaplin nasceu em 1889, na Inglaterra, e ficou famoso por suas críticas à “modernidade” e ao sistema capitalista. Até hoje, Carlitos, como ficou conhecido, é considerado um dos maiores cineastas da história. Na mostra, serão exibidos clássicos como “O grande ditador”, “O Garoto”, “Luzes da Cidade” e “Tempos Modernos”.

Seis anos mais novo que Chaplin, o norte-americano Buster Keaton foi responsável por uma vertente do cinema: a técnica da montagem. Seu humor, embora mais rebuscado e sério, era capaz de arrancar risos até dos semblantes mais pesados. O público poderá assistir a longas-metragens dirigidos e atuados por Keaton, como “Sherlock Jr”, sua maior obra, além de “Nossa Hospitalidade”, “Livre e Fácil” e “Em Busca Do Ouro”.

As exibições são gratuitas e têm suporte em DVD. As salas são equipadas com projeção eletrônica e som 5.1.

Serviço:

Biblioteca Pública Roberto Santos. Rua Cisplatina, 505, Ipiranga, Zona Sul. Tel. 2273-2390. 68 lugares.

Biblioteca Pública Viriato Corrêa
. Rua Sena Madureira, 298, Vila Mariana, Zona Sul. Tel. 5573-4017 e 5574-0389. 101 lugares.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Programação especial enfoca ‘Mês da Cultura Independente’

Longe das amarras das grandes produtoras, distribuidoras e editoras, a cultura independente reúne uma moçada cheia de atitude e criatividade, enfrentando um mercado de trabalho cada vez mais competitivo. Para destacar essa produção, foi programado um evento especial em setembro.

O Mês da Cultura Independente tem abertura marcada por uma festa em frente à Galeria Olido, dia 2, das 19h às 5h. Entre as atrações, estão os DJs Mickey Moonlight (Inglaterra), Thomash (SP/Berlim), Souksouklow (SP/França), Rubens Peterlongo e o Bloco Carnavalesco Carcará.

Durante o mês, o Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso (CCJ) recebe, entre outros artistas, Doreen Shaffer, vocalista da banda de origem jamaicana The Skatalites; o rapper Emicida; os grupos Inocentes, Invasores de Cérebro e o argentino Biernes, que se apresenta também no Centro Cultural São Paulo (CCSP). 

Na Galeria Olido, o projeto Samba do Monte promove o lançamento do documentário “Uma Comunidade dentro da Comunidade”, de Jaime “Kiko” Lopes. Na sequência, ocorre um show com convidados como Thobias da Vai Vai e Chapinha Samba da Vela.

Entre as apresentações do CCSP, estão Daniel Higgs, ex-integrante da cultuada banda norte-americana Lungfish; e Faust, grupo alemão dos anos 1970 considerado um dos pioneiros no gênero Krautrock, que mescla música industrial e psicodelia.

Na área literária, a Biblioteca Temática em Poesia Alceu Amoroso Lima realiza a segunda edição do ciclo “Outras Margens”, evento que proporciona um diálogo sobre a contracultura na produção poética contemporânea e a influência de gerações anteriores. Já no campo dos quadrinhos, o CCJ abre a exposição “A Arte da HQ Independente Fantástico-Filosófica” e recebe cartunistas para bate-papos e oficinas.

Uma seleção de filmes é exibida nas salas do CCSP, CCJ e Galeria Olido durante a mostra “Mublecore, a Estética do Faça Você Mesmo”. Encerra essa programação mais uma edição do Cinetério, sessão especial em que o filme “Baghead”, da dupla Jay e Mark Duplass, é projetado em um telão instalado na praça do cemitério, em frente ao CCJ, devidamente ambientada. Na sequência, acontecem performances de DJ’s da Voodoohop e show com uma banda surpresa.

Confira a programação completa: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/noticias/?p=9384

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized