Semana Darwin

Semana Darwin

Em celebração à data de nascimento de Charles Darwin (12 de fevereiro de 1809), o Catavento Cultural e Educacional – Museu de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo – promove diversas atividades relacionadas à Teoria da Evolução.

Durante a Semana Darwin, realizada de 7 a 12 de fevereiro, serão exibidos cerca de 20 filmes e documentários durante a Mostra VerCiência Evolução e Biodiversidade, em horários variados (terça a sexta, às 10h, 11h, 14h e 15h; sábado e domingo, às 10h e 11h), no auditório do Catavento, que tem capacidade para 180 pessoas.

Também será aberta ao público no dia 7, a mostra temporária Darwin: Evolução para todos, que fica em cartaz até 4 de março. Disposta no Espaço Darwin, na Seção Vida, a exposição é composta de paineis, animais conservados e exemplos de espécies coletadas por Darwin em sua passagem pelo Brasil, como a Rhea americania (Ema), Forpus xanteropterygius (Tuim) e coleções de besouros, répteis e peixes. O objetivo é expor a história de Darwin e sua teoria acerca da evolução através da seleção natural e também demonstrar como essa teoria influencia o ser humano a compreender suas condições de existência no planeta.

Confira a programação completa no site da Secretaria de Cultura.

Fonte: Assessoria de imprensa SEC – Catavento Cultural e Educacional

______________

Conheça a mais completa biografia de Charles Darwin publicada pela Geração Editorial

Darwin – A Vida de um Evolucionista Atormentado
Autor: Adrian Desmond e James Moore – Biografia
Formato 16 X 23 cm, 800 págs.
ISBN: 858602884-3
Cód. barra: 9788586028847
Peso: 1.22 kg.
Sinopse:
A melhor, a mais ambiciosa, a definitiva biografia de Charles Darwin, segundo todos os especialistas. Escrita como um romance histórico, cheia de emoção e seriedade, esta biografia tornou-se um grande sucesso mundial. Segundo Duarte Pereira, na revista Veja, “um livro magnífico, que prende o leitor ao narrar as grandes aventuras vividas pelo cientista. Desmond e Moore deslindam o paradoxo entre o homem tímido e o cientista ousado remontando não só a vida, mas também o contexto político e cultural de Darwin”.
O livro, além de retratar a vida e as idéias de Darwin, também esclarece as relações do cientista com o seu tempo, e da sua própria história pessoal em conflito com suas descobertas. Darwin cresceu rodeado pela fé cristã, filho de um médico respeitável e proprietário de terras, em uma época em que o movimento operário fervilhava e circulavam ideais socialistas. Estava nascendo também a burguesia industrial, lutando pela liberdade de pensamento.
Em uma época em que se questionavam os conceitos estabelecidos, um cientista cristão viaja ao redor do mundo e descobre que o homem não é o centro da criação. E que, na verdade, descende de moluscos hermafroditas acéfalos. Darwin ocultou sua descoberta. Hesitou vinte anos antes de publicar sua obra maior, A Origem das Espécies. Nesse período, conviveu com tremores, febres e crises constantes de saúde. A um confidente, ele declarou a respeito de sua descoberta: “é como confessar um crime”.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s