Arquivo da tag: fantasia

Lançamento de “No hospital de brinquedos”, de Domingos Pellegrini no Londrix 2012


SOBRE O LIVRO:

No Hospital de Brinquedos
Autor: Domingos Pellegrini
Gênero: Infantil
Formato: 20,5 x 27,5 cm.
Págs: 36
ISBN: 978-85-8130-043-6
Ilustrador: Cláudio Martins
Preço: 19,90
Sinopse
Quando um brinquedo se quebra, pode ir parar no Hospital de Brinquedos. Ninguém fi ca contente de estar lá. Cada um deles reclama de alguma coisa. O tanque de guerra quer paz. A pianola quer barulho. O palhaço quer ser jogado para lá e para cá. O cavalinho não quer ser esquecido. Todos eles têm medo: será que amanhã acabarão na lata do lixo? Então o dinossauro de pelúcia explica que os brinquedos quebrados estão ali por um motivo muito importante. Qual será?

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Cidade das Sombras: O Guardião

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Sombras da noite, o livro


Hoje estreia no Brasil a super produção de Tim Burton, Sombras da Noite, que conta com um incrível elenco.  A história é baseada no famoso seriado cult da década de 70 “Dark Shadows” que marcou a infância de diversas pessoas, entre elas Johnny Depp que interpreta o personagem principal, o vampiro Barnabas.

A Geração Editorial lança o primeiro de dois romances também baseados nessa série que inspirou Tim Burton, a obra é escrita por Lara Parker a atriz que interpretou a sensual e vingativa bruxa Angelique.

PROMOÇÃO:

Serão sorteados 3 exemplares do livro Sombras da noite – A vingança de Angelique. Para participar basta seguir a @geracaobooks e dar RT na seguinte frase:

Promoção: Assista ao livro e leia o filme #sombrasdanoite – a vingança de Angelique. #lançamento da @geracaobooks. http://kingo.to/17MQ

Participe até 26/06 às 23h59. O resultado será divulgado no dia 27/06 às 10h.

Resultado do sorteio

Sorteio realizado em 27/06/2012 às 10:27 por @geracaobooks, através dos usuários que retuitaram o link http://kingo.to/17MQ.

  1. @JuSalles
  2. @lf_campos
  3. @ricamagno

Sobre o livro:

Sombras da noite – a vingança de Angelique
Autora: Lara Parker
Tradutor: William Lagos
Gênero: Literatura norte-americana
Formato: 15,6 x 23cm
Peso: 850g
Págs: 552
ISBN: 9788581300658
Preço: R$ 49,90
Sinopse:
Essa história assombrosa e cult, que arrepiou os norte-americanos nos anos 60 e 70, quando gerou mais de 200 telefilmes na rede ABC, conta a saga do triste vampiro Barnabas Collins, que vive seu drama no século XVIII e acorda, para novos horrores, nos anos 70 — os anos loucos do sexo, das drogas e do rock and roll.
Atrás dele, apaixonada e vingativa, vem a alucinada Angelique, com seu passado de menina prisioneira do próprio pai e cujos sonhos foram destroçados, 200 anos antes, pelo próprio Barnabas.
Essa trama cheia de suspense, amores destroçados, sonhos perdidos, feitiçaria, dramas existenciais, assédio e vingança, além de muito romantismo e muita história, é contada pela atriz e escritora Lara Parker, que interpretou Angelique na série de TV.
Barnabas e Angelique estão de volta também no cinema, interpretados por Johnny Depp e Eva Green, no mais novo filme do excêntrico Tim Burton.

Leia com exclusividade o 1º capítulo: Cap_01_SombradaNoite

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Release: Branca de Neve, dos Irmãos Grimm

CONTO DE FADAS ANTIGO COM ROUPAGEM NOVA

 Na nova versão do conto de fadas clássico Branca de Neve, lançado pela Geração Editorial,
a heroína parece uma gótica e não leva desaforo para casa

 
Os tempos são outros, e as crianças e jovens querem ver os personagens dos contos de fadas tradicionais sendo desmistificados, como na série de filmes de animação gráfica Shrek. Para deleite deles, esta nova edição do clássico Branca de Neve não poderia ser mais distante do desenho animado de Walt Disney para o cinema, lançado em 1937.

Esta versão, feita para os pré-adolescentes do século XXI, traz uma heroína que parece uma gótica, graças às ilustrações belíssimas, originais e perturbadoras da renomada artista Camille Rose Garcia. A rainha perversa, a segunda mulher mais bela depois de Branca de Neve, surge aqui como um monstro de quatro olhos. Até os doces animaizinhos da floresta são assustadores, e o Príncipe Encantado não parece particularmente viril.

Outro mérito desta luxuosa e inovadora edição — que traz o texto clássico dos Irmãos Grimm, publicado originalmente há quase 200 anos — é resgatar os aspectos mais sombrios da história que foram suprimidas da versão açucarada de Walt Disney. A rainha perversa tenta matar Branca de Neve não uma, mas quatro vezes. No final, Branca de Neve, na festa do seu casamento com o príncipe, vinga-se da madrasta, forçando-a a dançar com sapatos de ferro em brasa até morrer.

Sobre o autor:
Jacob (1785-1863) e Wilhelm Grimm (1786-1859) foram acadêmicos e linguistas alemães, célebres por terem popularizado muitos contos de fadas hoje clássicos, como João e Maria, Branca de Neve, Cinderela, Rapunzel, A Bela Adormecida e Chapeuzinho Vermelho (cuja nova versão também será lançada pela Geração).

Sobre a ilustradora:
As pinturas de CAMILLE ROSE GARCIA mostrando cartuns assustadores de crianças habitando contos de fadas em lugares selvagens são comentários críticos sobre o fracasso das utopias capitalistas, reunindo referências nostálgicas da cultura popular com uma veia satírica sobre a sociedade moderna.  Seu trabalho foi apresentado em galerias e museus internacionais e impresso em numerosas revistas, incluindo Juxtapoz, Rolling Stone e Modern Painter.  É autora de vários livros e recentemente ilustrou uma nova versão de As Aventuras de Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll, que constou entre os livros mais vendidos de acordo com a listagem do New York Times.

_____________________________________________________

Branca de Neve
Autor: Irmãos Grimm
Tradutor: William Lagos
Ilustradora: Camille Rose Garcia
Gênero: Infantojuvenil
Formato: 14,3 x 21cm / capa dura
Peso: 320g
Págs: 80
ISBN: 9788581300795
Preço: R$ 26,00
Sinopse:

Originalmente surgida no folclore francês do século XVII, a história de Branca de Neve há muitos anos vem sendo um dos mais memoráveis contos infantis de todos os tempos, repetido durante gerações ao redor do mundo.

É a história de uma rainha maligna determinada a se livrar de uma menina – com a pele tão branca como a neve, os lábios tão vermelhos quanto o sangue e os cabelos negros de ébano – que ameaça o desejo da rainha de permanecer a mulher mais bela de seu reino.

Esta nova edição destinada a presentear as crianças modernas, apresenta a versão completa do conto dos Irmãos Grimm, com uma interpretação artística original da famosa ilustradora Camille Rose Garcia, que imaginativamente combina o humor com um toque tenebroso de romantismo.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Polansky cria mundo espantoso e personagens grotescos em O Guardião

Resenha publicada no jornal Meio Norte / Arte & Fest

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Resenha: O guardião

Resenha publicada no blog Vida de Leitor.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Publicação não pode ser o foco principal, diz Daniel Polansky

Fonte: Revista Exame

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

O Guardião, de Daniel Polansky, ganha o Prêmio Prix Imaginales 2012


_____________

Sobre o livro:

Cidade das Sombras: O Guardião
Autor: Daniel Polansky
Gênero: Literatura Norte-Americana
Formato: 15,7 x 23 cm.
Págs: 448
ISBN: 9788581300603
Cód. de Barras: 9788581300603
Tradutor: Ricardo Gozzi
SINOPSE:

ANTI-HERÓI  DESENCANTADO COMBATE O CRIME NUM MUNDO ASSOMBROSO. PODERÁ SE REDIMIR AO INVESTIGAR O ESTUPRO E ASSASSINATO DE UMA GAROTINHA?

Imagine um policial noir como os de Raymond Chandler e James Ellroy com o ritmo sanguinolento dos filmes de Quentin Tarantino e a fantasia de “O Senhor dos Anéis”, num cenário como a Los Angeles de “Blade Runner”, onde os policiais não querem ver nada que não convenha e convivem com gangues multiétnicas de assassinos, prostitutas, contrabandistas, drogados e traficantes.

Pelas ruas imundas desse mundo devastado, em meio a uma fauna corrupta de que é prudente desconfiar a todo momento, vaga o “Guardião”, um tipo solitário e desiludido que viveu como combatente numa grande guerra, sobreviveu a uma peste e leva a vida como narcotraficante. Ele se droga para suportar seu cotidiano sórdido e investiga o cruel assassinato e estupro de uma garotinha.

“Cidade das Sombras” é uma trilogia fantástica, cujo primeiro volume é este alucinante romance de estreia  que inaugura um novo gênero: a “fantasia noir”.

Mais informações: http://wp.me/pC6mz-HV

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Sombras, silêncios e soturnos passos

Fonte: http://diariodonordeste.globo.com/materia.asp?codigo=1139127

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Release: Cidade das Sombras: O Guardião – Daniel Polansky

CRIME, DROGAS E MAGIA EM ROMANCE “NOIR” DO ESTREANTE DANIEL POLANSKY

O Guardião é o livro de estreia e também o primeiro da série “Cidade das Sombras” do romancista Daniel Polansky, nascido em Baltimore, Maryland, EUA. Os críticos o classificam como “fantasia noir”, um híbrido de fantasias do tipo “YA” (Young Adults), envolvendo dons paranormais e feitiçaria, e policial “noir”, gênero de livro de novelas com detetives “hard boiled” (durões) que proliferou nos EUA nos anos 1940 e teve grande eco popular através do cinema, revelando autores como Raymond Chandler, Dashiel Hammett e James Ellroy, entre outros. Um crítico chegou a dizer que neste livro “Tarantino se encontra com Tolkien”, para ilustrar com clareza a fusão dos gêneros.

A mescla de história policial “noir” e fantasia e magia, com toques apocalípticos pelo grau de corrupção e destruição moral de uma sociedade, é seguida fielmente por Polansky. Ele escreve seu livro na primeira pessoa, do ponto de vista do Guardião, um ex-combatente de uma Grande Guerra e sobrevivente de uma peste que matou muitas pessoas na cidade de Rigus. O Guardião vive na Cidade Baixa, parte infernalmente imunda e corrompida de Rigus, e é um traficante independente, que usa drogas também para suportar seu cotidiano sórdido, e vive em meio a uma fauna criminosa num mundo onde a vida vale pouco e os crimes não são realmente apurados se as vítimas fizerem partes de extratos sociais desprezados. Ele foi parte da polícia oficial, da Casa Negra, e só lhe restou o recurso de ser narcotraficante com uma filosofia realista, anti-sentimental e solitária. O recurso de uma voz masculina desiludida, cínica e cética na primeira pessoa é o mesmo utilizado pela maioria dos livros “noir”, quando os detetives assumem missões difíceis e nelas vão tropeçando em vigaristas e criminosos do submundo, e aprendem que ninguém presta, a começar por eles, que trabalham quase sempre exclusivamente por dinheiro.

 A missão difícil a que o Guardião se submete envolve o assassinato e estupro de uma garotinha, a pequena Tara, que ele encontra num beco sem saída. Crianças estão desaparecendo e morrendo em Rigus, e ele mergulha na investigação para saber quem as está matando ou sequestrando, mas sem abrir mão de seguir sua vida na disputa do mercado de drogas com bandidos de toda espécie, especialmente o sinistro Tancredo, o Lábio Leporino. Aos poucos, ele vai se meter no meio de um jogo entre chefes de gangues diferentes e o chefe de polícia da Casa Negra, e passará a ser perseguido e visado por seu interesse em apurar o crime. Enquanto isso, conviverá com muitos personagens de uma fauna multi-étnica com nomes fantasiosos como Kirens e Islanders, que evocam diretamente a raça asiática e a raça negra. Na verdade, embora o livro tenha feiticeiros e outras realidades mágicas, a ficção tem a verossimilhança de uma aventura em Chinatown e a cidade de Rigus parece uma mescla de Londres do final do século XIX com a Los Angeles multi-étnica e violenta dos dias atuais. Há gírias, neologismos e uma onomástica criativa envolvendo tipos, situações e locais. O bar freqüentado pelo Guardião, com o “bartender” grandalhão chamado Adolphus, parece um estabelecimento decadente, mas cheio de neon e prostitutas, à maneira dos filmes como Blade Runner – Caçador de Andróides. A fusão de “noir” e ficção científica foi usada nesta produção, que visivelmente também influencia a ficção de Daniel Polansky.

A estreia de Polansky foi considerada muito talentosa e promissora e seu livro é uma sequência de 49 capítulos que nunca perdem o interesse no desenvolvimento do suspense, da criação e das frases cínicas que saem da boca do Guardião, com interesse garantido para os leitores.

SOBRE O AUTOR

Daniel Polansky nasceu em Baltimore,Maryland. Ele vive atualmente fora dos Estados Unidos. O Guardião é seu primeiro romance.

____________________________________________________________________________________________________

Cidade das Sombras: O Guardião
Autor: Daniel Polansky
Gênero: Literatura Norte-Americana
Formato: 15,7 x 23 cm.
Págs: 448
ISBN:
9788581300603
Cód. de Barras: 9788581300603
Tradutor: Ricardo Gozzi
SINOPSE:

ANTI-HERÓI  DESENCANTADO COMBATE O CRIME NUM MUNDO ASSOMBROSO. PODERÁ SE REDIMIR AO INVESTIGAR O ESTUPRO E ASSASSINATO DE UMA GAROTINHA?

Imagine um policial noir como os de Raymond Chandler e James Ellroy com o ritmo sanguinolento dos filmes de Quentin Tarantino e a fantasia de “O Senhor dos Anéis”, num cenário como a Los Angeles de “Blade Runner”, onde os policiais não querem ver nada que não convenha e convivem com gangues multiétnicas de assassinos, prostitutas, contrabandistas, drogados e traficantes.

Pelas ruas imundas desse mundo devastado, em meio a uma fauna corrupta de que é prudente desconfiar a todo momento, vaga o “Guardião”, um tipo solitário e desiludido que viveu como combatente numa grande guerra, sobreviveu a uma peste e leva a vida como narcotraficante. Ele se droga para suportar seu cotidiano sórdido e investiga o cruel assassinato e estupro de uma garotinha.

“Cidade das Sombras” é uma trilogia fantástica, cujo primeiro volume é este alucinante romance de estreia  que inaugura um novo gênero: a “fantasia noir”.
Tenso, com um suspense crescente, “O Guardião” surpreende pela ousadia, assusta com a previsão de um futuro sombrio para a humanidade e garante uma leitura de impacto do começo ao fim.

4 Comentários

Arquivado em Uncategorized