Arquivo da tag: romance histórico

Release: Elizabeth I – O anoitecer de um reinado


elizabeth
Majestoso romance histórico lançado pela Geração Editorial remonta os últimos anos da lendária rainha da Inglaterra, Elizabeth I

Margaret George, uma das principais autoras de romances históricos da atualidade, mistura imaginação e erudição para trazer de volta à vida a maior e mais enigmática de todas as rainhas inglesas em Elizabeth I – o anoitecer de um reinado, permitindo aos leitores conhecer em primeira mão as decisões, triunfos e perdas dessa estadista sábia e previdente, mas também humana e passional.

Quando a narrativa começa, em 1588, Elizabeth I é rainha há trinta anos, e o seu reino está prestes a ser invadido pela Invencível Armada espanhola. A grande soberana ainda é poderosa, mas acometida por calores da menopausa e necessitada de apontamentos para auxiliar a memória. Nesse mesmo ano morre o seu grande amor, o conde de Leicester, e ela vai perdendo para o tempo um por um dos seus amigos e conselheiros.

O leitor enxerga os últimos anos da rainha pelos olhos desta e pelos de sua prima Lettice, igualmente ruiva e parecida com ela em caráter, embora seja o seu oposto em personalidade e estilo de vida. Elizabeth pensa no bem do seu reino, Lettice procura vantagens para a sua família; Elizabeth é a Rainha Virgem, casada com o seu povo, ao passo que Lettice tem diversos amantes, entre eles o próprio William Shakespeare, e três maridos, um dos Leicester, o homem que Elizabeth mais amou.

Por causa desse casamento, a rainha baniu a prima da corte e, desde então, uma rivalidade ferrenha entre essas duas mulheres inteligentes e fortes acarreta conflitos que acabam por envolver cortesãos e personalidades da época, como o filósofo Francis Bacon, o explorador Walter Raleigh e os dramaturgos Marlowe e Shakespeare. Ao se tornar o último grande favorito de Elizabeth, o conde de Essex, filho de Lettice e do finado amor da rainha, revela-se uma das piores ameaças à sua vida e a tudo que ela construiu em quase quarenta e cinco anos de reinado.

Com reconstituição de época impecável, narrativa envolvente e diálogos dignos do melhor roteiro de cinema, este majestoso best-seller compõe um retrato fiel da soberana mais formidável da Idade Moderna… e da única mulher que ela não conseguiu controlar.

Sobre a autora
Margaret George costuma viajar pelo mundo inteiro a fim de realizar pesquisas para escrever as suas obras, das quais a Geração publicou Memórias de Cleópatra (em três volumes) — já traduzida para dezenove idiomas —, Maria Madalena e Helena de Troia. Norte-americana, Margaret mora em Madison, Wisconsin, com o marido.

___________________________________

Elizabeth I – o anoitecer de um reinado
Autora: Margaret George
Tradutora: Lara Freitas
Acabamento: Brochura
Formato: 15,6×23
Páginas: 796
Categoria: Romance histórico
ISBN: 9788581300764
Peso: 984g
Preço: R$ 59,90
Editora: Geração Editorial

Sinopse:
Neste majestoso romance, o leitor enxerga os últimos anos da lendária rainha da Inglaterra não somente através dos olhos desta, mas também pelos de sua prima e rival Lettice Knollys, banida da corte por ter se casado com o grande amor de Elizabeth, o conde de Leicester. Essa rivalidade gera con itos que envolvem personalidades da época, como o lósofo Francis Bacon, o explorador Walter Raleigh, o pirata Francis Drake e os dramaturgos Marlowe e Shakespeare (um dos amantes de Lettice).
Quando o conde de Essex, lho de Lettice e do nado amor da soberana, se torna o favorito de Elizabeth, a Rainha Virgem enfrenta a maior ameaça à sua vida e a tudo que ela construiu em quase quarenta e cinco anos de reinado, a chamada era elisabetana. Em 1588, às vésperas do ataque da Invencível Armada espanhola ao reino inglês, Elizabeth I, rainha da Inglaterra, começa a contar a sua história até a sua morte em 1603, período do seu longo reinado que constituiu a primeira Idade de Ouro da história de seu país. Mais um extraordinário romance histórico da autora de Memórias de Cleópatra, Maria Madalena e Helena de Troia.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Release: Veneno nas veias – Memórias de Lucrécia Bórgia, de M.G. Scarsbrook

“VENENO NAS VEIAS” REVIVE A HISTÓRIA DA FAMÍLIA BÓRGIA ATRAVÉS DAS MEMÓRIAS DE LUCRÉCIA, COM MUITO SUSPENSE.

 “Veneno nas veias”, do autor canadense M.G Scarsbrook, que vive hoje em South Gloucestershire, Inglaterra, é um romance histórico, gênero em que o autor se especializou e pelo qual se tornou conhecido através do best-seller “A conspiração Marlowe”.

Desta feita, Scarsbrook decidiu explorar um assunto de tremenda relevância e de interesse permanente para gerações de estudiosos da História ou meros interessados na celebridade de uma família que se celebrizou pela fusão de poder em escala inimaginável (tendo como patriarca um Papa) e crime também em escala atroz: os Bórgia.

A história nasce a partir das memórias de Lucrécia Bórgia, provavelmente o membro mais famoso da família, associada para sempre aos métodos cruéis de assassinato (com veneno) e à lascívia, além da perfídia nos cálculos de ascensão ao poder. No entanto, Scarsbrook parece empenhado em revelar Lucrécia sob aspectos mais amenos, pois a sentimos desde o início mais como vítima das perfídias da família e de seu meio e submetida, numa época em que as mulheres não tinham vez ou voz, à influência esmagadora do Papa Alexandre VI, o Bórgia que é seu pai.

No carnaval romano de 1497, Lucrécia sofre tentativa de estupro por parte de um guarda de uma família rival dos Bórgia, os Orsini, e seu irmão César a defende, matando o guarda e aumentando a animosidade entre as famílias. O ato cruel faz que ela perceba que César é dominado por um temperamento arbitrário e violento. Quando um outro irmão, Juan, leviano e mulherengo, também é morto e atirado com pedras no rio Tibre, a suspeita recai sobre algum membro dos Orsini, mas Lucrécia começa a desconfiar de César. Mais tarde, casando-se por imposição do pai com um membro da Casa Real de Nápoles, um Aragon, Lucrécia terá razões de sobra para acreditar que está numa família onde o assassinato, as taras sexuais (seu pai mantém um grupo de cortesãs e isola a verdadeira mulher, Vanozza, dos filhos) e a sede de poder não têm limites.

São as memórias desta mulher, que a literatura e o cinema sempre mostrou como um símbolo de perversidade a avidez pelo poder, que fazem o interesse do livro, abrindo-o para novas leituras da família Bórgia e fazendo com que, à maneira de “A conspiração Marlowe”, “Veneno nas veias” nasça predestinado a agradar ao grande público que aprecia romances históricos que colocam personagens famosos sob novas luzes.

SOBRE O AUTOR

M.G SCARSBROOK – É o pseudônimo literário de Mathew Graham Scarsbrook, autor nascido em 1981 em Vancouver, no Canadá, que viveu no Canadá, Grã-Bretanha e EUA e escreveu o best-seller “A conspiração Marlowe”. Roteirista, editor também de vários livros de não-ficção e grande conhecedor da história inglesa, Scarsbrook ganhou o prêmio “Writers on The Storm Screenwriting Competition”. Ele reside atualmente em South Gloucestershire, Inglaterra.

Veneno nas Veias: Memórias de Lucrécia Bórgia
Autor:
M. G. Scarsbrook
Gênero: Romance Histórico
Formato: 15,6 x 22,4?
Páginas: 338
ISBN:  978-85-8130-008-30                                                                                             
Cód. De Barras:
978-85-8130-008-30
Sinopse:

QUEM FOI LUCRÉCIA BÓRGIA?
QUAL FOI SEU PAPEL NA FAMÍLIA MAIS CELEBRIZADA PELO CRIME E CORRUPÇÃO NA HISTÓRIA?

Ela se tornou uma lenda por sua beleza, sua sexualidade e seus crimes, nos quais utilizava fulminantes poções venenosas. Mas quem foi, de fato, Lucrécia, a filha do Papa Alexandre VI, o patriarca da corrupta e violenta família Bórgia, que na modernidade já rendeu romances, filmes e minisséries de TV?
Neste romance histórico eletrizante, a própria Lucrécia Bórgia narra sua história, revelando a vida, costumes, crimes e intrigas na Europa do século XV, período em que a Igreja Católica estava corrompida e os papas mandavam nos reis.
Personagens fascinantes, como o próprio Nicolau Maquiavel, autor do clássico “O Príncipe”, circulam no meio de reis, príncipes, cortesãs, cardeais, artistas, num painel rico e extraordinário muito parecido com os dias atuais, quando governantes corruptos e poderosos também usam todos os meios para garantir seu poder, riqueza e privilégios.

1 comentário

Arquivado em Lançamentos, livros