Arquivo da tag: abuso sexual

Os segredos segredíssimos de Adriana

Fonte: Suplemente Cruzeirinho

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Entrevista com Odívia Barros no Jornal da Cultura


O Jornal da Cultura exibiu uma série de reportagens sobre abuso contra crianças e adolescentes denominada “Infância Roubada”. Para fechar a série o jornal contou com a participação de Odívia Barros, autora do livro Segredo, segredíssimo.

Odívia Barros sofreu abuso durante sua infância e resolveu contar sua história muitos anos após o ocorrido, pensando em proteger e ensinar sua filha. “Depois que eu cresci e entendi o que aconteceu comigo, eu percebi que era uma coisa que podia ser evitada se alguém tivesse me avisado sobre o que pode acontecer” afirmou.

Ao procurar alternativas compreensíveis para o universo infantil, encontrou na literatura a forma ideial de trabalhar a questão do abuso sexual. O resultado desse processo foi o livro Segredo, segredíssimo, que conta a história de uma menina que pede ajuda ao notar que o tio queria ‘fazer brincadeiras de adulto’. A obra é recomendada por psicólogos e especialistas, pois apresenta de forma lúdica um tema delicado e que ainda é considerado um tabu em nossa sociedade. “Acredito que a forma efetiva de proteger uma criança é dando a ela conhecimento, eu não vou poder vigiar 24h por dia minha filha, porém o conhecimento que eu passar ela vai carregar onde ela for.”

A autora também apresentou dados de pesquisas que apontam que 52% dos casos chegam primeiro na escola. “O professor é o primeiro adulto que a criança recorre para fazer a revelação do abuso, e ai entra o papel social da escola é fundamental para que a gente consiga mudar o quadro no nosso país e infelizmente as escolas não assumiram esse papel (…)” relatou.

A entrevista foi transmitida ao vivo, no Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (18/05).

Assista o depoimento de Odívia Barros no Jornal da TV Cultura.

Fonte: http://tvcultura.cmais.com.br/jornaldacultura/jornal-da-cultura-18-05-12-bl-02-1

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Segredo, segredíssimo: Depoimento de Xuxa traz à tona questão do abuso infantil

Fonte: http://vilamulher.terra.com.br/depoimento-de-xuxa-traz-a-tona-a-questao-do-abuso-infantil-8-1-55-890.html

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

18/05 – Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes


Fonte: Comitê Nacional de Enfrentamento – Campanha Faça Bonito

Em 1973 um crime bárbaro chocou o Brasil. Seu desfecho escandaloso seria um símbolo de toda a violência que se comete contra as crianças.

Com apenas oito anos de idade, Araceli Cabrera Sanches foi sequestrada em 18 de maio de 1973. Ela foi drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. O caso foi tomando espaço na mídia. Mesmo com o trágico aparecimento de seu corpo, desfigurado por ácido, em uma movimentada rua da cidade de Vitória (ES), poucos foram capazes de denunciar o acontecido. O silêncio da sociedade capixaba acabaria por decretar a impunidade dos criminosos.

Os acusados, Paulo Helal e Dante de Brito Michelini, eram conhecidos na cidade pelas festas que promoviam em seus apartamentos e em um lugar, na praia de Canto, chamado Jardim dos Anjos. Também era conhecida a atração que nutriam por drogar e violentar meninas durante as festas. Paulo e Dantinho, como eram mais conhecidos, lideravam um grupo de viciados que costumava percorrer os colégios da cidade em busca de novas vítimas.

A capital do estado era uma cidade marcada pela impunidade e pela corrupção. Ao contrário do que se esperava, a família da menina silenciou diante do crime. Sua mãe foi acusada de fornecer a droga para pessoas influentes da região, inclusive para os próprios assassinos.

Apesar da cobertura da mídia e do especial empenho de alguns jornalistas, o caso ficou impune. Araceli só foi sepultada três anos depois. Sua morte ainda causa indignação e revolta. O dia 18 de maio foi instituído em 1998, quando cerca de 80 entidades públicas e privadas, reuniram-se na Bahia para o 1º Encontro do Ecpat no Brasil. O evento foi organizado pelo Centro de Defesa de Crianças e Adolescentes (CEDECA/BA), representante oficial do Ecpat, organização internacional que luta pelo fim da exploração sexual e comercial de crianças, pornografia e tráfico para fins sexuais, surgida na Tailândia. O encontro reuniu entidades de todo o país. Foi nessa oportunidade que surgiu a ideia de criação de um Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil.

De autoria da então deputada federal Rita Camata (PMDB/ES) – presidente da Frente Parlamentar pela Criança e Adolescente do Congresso Nacional -, o projeto foi sancionado em maio de 2000.
Desde então, a sociedade civil em Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes promovem atividades em todo o país para conscientizar a sociedade e as autoridades sobre a gravidade da violência sexual.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes vem manter viva a memória nacional, reafirmando a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos de todas as suas Aracelis.

Lei 9.970 – Institui o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto-juvenil
Art. 1º. Fica instituído o dia 18 de maio como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Mais informações no site: http://www.comitenacional.org.br/

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Segredo Segredíssimo em ações contra a pedofilia

A autora do inovador e necessário livro-infantil Segredo Segredíssimo, Odívia Barros participará nesta semana de uma série de debates e palestras em virtude do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Esse retorno do primeiro livro lançado no Brasil que aborda a prevenção ao abuso sexual infantil é a prova de que ele está desempenhando o seu papel social. As prefeituras de Sorocaba, em São Paulo e Macaé, no Rio de Janeiro, vão encarar de frente o problema conhecido em nosso país e na maioria das vezes ignorado.

Na terça e quarta-feira (dias 16 e 17), a prefeitura de Macaé irá divulgar o livro Segredo Segredíssimo. “Trata-se de uma literatura infantil que instiga a criança a se proteger da violência sexual. O livro traz uma linguagem acessível e adequada e ao lê-lo, a criança imediatamente conclui sobre como evitar ou sair de uma situação de abuso”, frisou a coordenadora da campanha no município contra pedofilia, Cíntia Carla.

Em Sorocaba, a Comissão Municipal de Enfrentamento da Violência Sexual de Sorocaba e o Comitê de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, preparam atividades especiais. Neste ano, as ações seguem o slogan nacional “Faça Bonito – Proteja nossas Crianças e Adolescentes”, que tem como objetivo chamar a sociedade para assumir a responsabilidade de prevenir e enfrentar o problema no Brasil.

A escritora Odívia Barros fará a conferência “O Poder da Literatura e o Papel do Educador na Prevenção do Abuso Sexual Infantil”. O evento acontece na próxima quinta-feira, (17 de maio), com o Seminário de Enfrentamento da Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes.

Na Tevê Cultura, o Jornal da Cultura leva ao ar uma série especial, em horário nobre, sobre exploração sexual de crianças e adolescentes. A reportagem será exibida em cinco edições diárias, cada uma abordando um aspecto, a partir desta segunda-feira, 14/5, às 21h10, na TV Cultura.

Dentre as matérias especiais, Odívia fechará a série com entrevista ao vivo na bancada do telejornal, na sexta-feira (19/05). Dentre os temas abordados nas reportagens estão: abuso dentro de casa – pedofilia; crime ou doença – ação de proteção, com o trabalho realizado pela Fundação Telefônica; prostituição infantil, com um trabalho realizado pela prefeitura do Guarujá e presença da escritora Odívia Barros, no estúdio do JC para conversar Maria Cristina Poli.

Mais sobre o livro Segredo Segredíssimo:

Uma história bonita e singela sobre uma realidade feia e complexa

Geração mais uma vez saiu à frente das outras editoras e lançou um livro pioneiro: uma história para crianças que as ensina a se protegerem contra abuso sexual infantil

O abuso sexual infantil é um fenômeno frequente em nosso país e pode acarretar graves consequências ao desenvolvimento normal de crianças e adolescentes vítimas dessa prática doentia. No Brasil, o assunto ainda não é suficientemente abordado, e as ações de combate e prevenção a esse mal são ainda incipientes e restritas a profissionais e familiares. Entre as crianças e os adolescentes, as ações de prevenção são quase inexistentes.

Para preencher essa lacuna é que chega às livrarias Segredo segredíssimo, da escritora baiana Odivia Barros. Se falar de temas adultos com as crianças já é complicado, falar com elas sobre temas adultos de alta gravidade, como esse, é um desafio até para educadores profissionais experientes. Pois Odivia Barros enfrentou o desafio, e o resultado é uma contribuição importantíssima para o combate ao abuso sexual de crianças. Segredo segredíssimo é uma obra que fala do problema na linguagem delas e usando imagens e situações cotidianas do mundo delas, imagens, por sinal, maravilhosamente retratadas pelas ilustrações belíssimas da consagrada artista carioca Thais Linhares.

O conto protagonizado pela menina Alice, que toma conhecimento do “segredo segredíssimo” de sua amiguinha Adriana, traz elementos muito próximos a uma situação real de abuso sexual, vivenciada por um grande número de crianças e adolescentes, e ensina alguns passos básicos na prevenção do problema, tais como reconhecer uma situação indesejada e contar para pessoas de confiança, ou seja: não guardar o segredo.

Além disso, a mensagem, transmitida pela história, de que a criança (no caso, a pequena Adriana) será apoiada e protegida após contar o segredo a seus familiares, e não recriminada ou punida, é de extrema importância para conscientizar os leitores mirins da necessidade de romper o “muro do silêncio” que ainda envolve o assunto. Sem falar que psicólogos e educadores concordam que histórias com final feliz, em que o bem vence o mal, são importantes para a formação da personalidade da criança, dotando-a de ânimo e capacidade para superar obstáculos e dificuldades no futuro.

Como diz a própria autora:

“Pensei que deveria existir um livro que contasse uma história para que eu pudesse ensinar algo sobre abuso sexual infantil à minha filha. Como esse livro não existia, resolvi escrevê-lo. E assim nasceu Segredo segredíssimo, o livro que ensina a criança a se proteger do abuso sexual infantil. O livro é também uma ferramenta útil para educadores abordarem o tema com as crianças.”

Elogiada e recomendada por educadores e psicólogos, Segredo segredíssimo é uma obra que pode ser utilizada pela família e pela escola como material excelente para facilitar a discussão do assunto com as crianças e adolescentes, e, consequentemente, tornar possível a prevenção de futuros casos de abuso sexual infantil.

_________________________________________________________

PROMOÇÃO – 18/05 Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Dê RT e concorra ao livro #segredosegredíssimo da @geracaobooks. Participe até 18/05 às 23h59. #todoscontraapedofilia. http://kingo.to/15Bs

Serão sorteados 2 exemplares. O resultado será divulgado no blog e nas redes sociais.

Siga a Geração no twitter e curta a página no facebook.

RESULTADO DO SORTEIO :

Sorteio realizado em 21/05/2012 às 09:58 por @geracaobooks, através dos usuários que retuitaram o link http://kingo.to/15Bs.

  1. @Landararock13
  2. @portodasletras

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized